segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Sabedoria popular e outros absurdos

Eis que estava falando sobre os meus remédios com uma senhora, cujo conhecido iria passar por um transplante renal, explicando sobre a atuação dos imunossupressores e a importância do enfraquecimento do sistema imune para que não ocorra uma rejeição do órgão, e surge do nada, uma outra mulher, gritando em alto e bom som:

 "MOÇA, CÊ TEM QUE PARAR DE TOMAR PREDNISONA, ESSE REMÉDIO ABAIXA A TUA IMUNIDADE E VOCÊ PODE PEGAR UMA PNEUMONIA!!! Não fica tomando essas coisas aí não, pq vc pode morrer!"





Claramente essa pessoa não tinha noção do que estava falando, e como é de costume em nossa sociedade, já foi se intrometendo no assunto.



Nesses quase dois anos de doente renal já ouvi tantos absurdos que estou treinada a interceptar a pessoa enquanto ainda está falando a besteira, ou, dependendo da pessoa, concordo com ela desde início só para não perder o meu precioso tempo teimando com alguém que não estaria disposto a rever alguns conceitos.




Uma das coisas que mais me irritam é o ar de acusação quando você diz para a pessoa sobre a doença,  e ela automaticamente relaciona com o consumo de água:

"Ê MENINA, CERTAMENTE VOCÊ NEM BEBIA ÁGUA DIREITO NÉ!"




Não, minha querida, eu não bebia água, e por não beber água, meus rins foram parando de filtrar e atrofiaram. Sim, ocorreu exatamente segundo as teorias Lamarckistas e talvez, sei lá, daqui algumas gerações, meus descendentes não teriam mais rins!!




Outra que ocorre bastante, essa um pouco mais conceitual, me alertou o quanto as pessoas ou não tiveram acesso a uma aula de biologia básica, ou se tiveram, simplesmente não prestaram atenção:

"MAS VC TRANSPLANTOU UM RIM OU OS DOIS?"

" Transplantei só um, oras!"

"UÉ, MAS DÁ PRA VIVER COM UM SÓ DESDE QUANDO!??!!?!!?"




Até quando as pessoas vão continuar não sabendo que dá pra viver com um rim só?? Até quando vão ter medo de doar um dos seus, com medo de que irão sentir muita falta do órgão depois?? ATÉ QUANDO BRASIL???


Então é isso. Tenho mais outros absurdos, mas acho que o post vai ficar muito longo. 

Ah! Estou tirando a minha carteira de habilitação!