sábado, 6 de julho de 2013

A revolta da Biópsia!

Aviso a todos que vão ler esse post em busca de mais informações do que é esse exame: Não se baseie no que ler aqui. O que aconteceu comigo foi devido a outros problemas que eu apresentava antes. Acredite nos decisões do teu médico, ele sabe o que é melhor para você. 


No último dia 27, há mais de uma semana atrás, cheguei no Hospital das Clínicas da FMUSP para mais um exame: a temida Biópsia Renal.

Bem, uma breve explicação do que é esse exame. Trata-se de uma PUTA DUMA AGULHONA MONSTRA que enfiam no órgão a ser estudado e do nada faz UM ESTRONDO GIGANTESCO e essa agulha vai lá e arranca um PEDAÇÃO do teu rim. Analisando esse BIFE que eles cortaram, vão poder diagnosticar vários problemas, o que ajuda muito no tratamento de infecções e até pequenas rejeições do tecido implantado.

O exame foi realizado ás 13:00, foi simples, durou cerca de 20 minutos e logo após  tiveram que ficar pressionando o local por mais uma boa meia hora para estancar o sangramento. Depois, eu teria mais umas 4 horas de repouso total (sem poder me levantar nem para ir para o banheiro) e seria liberada.

Doce ilusão!!

Como não pudia levantar, tive que urinar numa "comadre". A primeira vez saiu PURO SANGUE!


Chegou a hora que, em tese, eu poderia ir embora, e ainda estava urinando sangue. Eram 16:30, ligaram para o médico que realizou o procedimento e nada dele aparecer para me avaliar. 

EU QUERIA IR EMBORA!

Porque ele não aparecia????

Deu hora de fechar a ala em que eu estava, e me mandaram para o Pronto Socorro, com o meu irmão, que estava de acompanhante. Me falaram que lá iria ser atendida rápido e então iria embora.
Uma equipe de urologistas me examinaram, e por eles, eu já estava de alta MAS, ainda precisava ser examinada pelo o INFELIZ que não aparecia por lá de jeito nenhum!

Deu 19:00 horas, e vieram me avisar que ele estava entrando na sala de cirurgia para fazer um transplante renal.



Haviam chamado ele já faziam 2 horas e meia e ele entra pra fazer uma cirurgia que demora de 4 a 6 horas. O meu transplante demorou 5 hrs e meia!!

Não comia nada desde o desejum que me oferecem ás 14:00, algo bem leve. Estava com muita fome e os guardas não deixavam o meu irmão trazer comida para mim! Me oferecem uma canja, duas torradas e uma laranja sem descascar. Isso já era quase 22:00.

A cada hora que passava eu me estressava mais, chorava de raiva!! Estava ali, sentada numa cadeira de rodas, num ambiente cheio de bactérias oportunistas, porque um médico não pôde, em 2 horas e meia, pegar um elevador e descer para dar uma olhada em mim! NEGLIGÊNCIA PURA!!


Deu 0:00, os metrôs e os caixas dos bancos fecharam. Se nos liberassem antes das 4:40, teríamos que pagar táxi. Só que não tínhamos dinheiro para uma viajem da zona oeste para a leste! 

Deu 0:30, o médico plantonista que eu fiquei enchendo o saco durante a noite toda, resolveu subir lá no centro cirúrgico para perguntar do médico. O urologista que realizou a biópsia simplesmente virou pra ele, mandou me liberar, receitar alguns analgésicos e aconselhar beber bastante água. SÓ ISSO. Acabou que eu NEM VI A CARA DO INFELIZ! 

Ele me fez esperar 8 horas, sendo que poderia ter enviado outro médico no lugar. 8 HORAS! 
Eu não era um papel em que estava escrito um nome e o exame a ser realizado.
EU ERA UMA PESSOA ALI, com problemas, com dores...
DESCASO!

Mas isso era só o começo. O problema viria durante a madrugada, mas isso eu falo em outro post!

Bjs nos rins de vocês! 




Nenhum comentário:

Postar um comentário