segunda-feira, 17 de junho de 2013

Vestibular, medicina e Lego

Olá queridos leitores deste humilde blog!

Neste domingo (16/06/13) prestei um vestibular da UFTM, para medicina, e posso dizer que foi o meu último para esse curso. 

Não, eu não tenho como dizer que eu passei, muito menos o resultado da primeira fase pode fazer isso por mim.


Minha nota foi boa, fiz uma ótima pontuação, mas não para medicina.  Aliás, percebo o quanto usei essa sentença na minha vida: "fiz uma ótima pontuação, mas não para medicina", como se ela fosse a única opção, a única escolha a ser feita. Foi muito tempo e dinheiro investido nisso, tive toda essa zuera dos rins nesse meio tempo, mudanças e mudanças de cidade, de pensamento e afins.

Adoro a medicina. Adoro MESMO! Eu seria uma baita duma médica daora, uma nefrologista com experiência. Minha ideia era de cuidar de jovens com problemas renais, é uma fase difícil, sei muito bem como é. Mas aí eu analiso a minha situação. Vou para São Paulo todo santo mês, e de cada consulta, eu saiu com uma receita nova de um antibiótico novo para combater uma infecção fanforrona que adora me atacar! TODO O SANTO MÊS! A minha imunidade tá zuada demais! Como eu vou lidar com gente doente? Trabalhar num hospital? 



Aí passei a reparar quanto tempo eu passo jogando The Sims e suas versões, construindo e construindo casas legais (com o uso do motherlode, porque né..), procurando sites de planejamento de casas e teve uma época durante o ano passado, em que eu tive MUITO tempo livre (muito mesmo), até assistia vídeos de máquinas de fazer blocos de concreto!! E mexendo na minha zona de papéis velhos no meu quarto achei um porre de folhas de sulfite com  plantas que desenhei!! 

E é com a ajuda dos meus pais, amigos, familiares, psiquiatras, professores de biologias, minha gata e a médica que cuidou de mim desde que cheguei no HC sem saber o que estava acontecendo comigo, que anuncio que de agora em diante vou prestar para Engenharia Civil!!




Sim, agora sou uma exatóide. Não dói tanto quanto eu imaginava. 
Vou trabalhar, ganhar dinheiro, conhecer esse mundão e construir uma casa de Lego, que nem o  fod@ do James May!


Porque, fala sério, tem algo mais supimpa que Lego? Imagina que legal, a tua internet cai, aí você vai lá desmonta a tua prateleira, e PRONTO! Diversão para a tarde toda!

Um comentário: