sexta-feira, 29 de junho de 2012

Presentes! \o/

Tudo começou quando um cara, láaaa de Santa Catarina, que viu um tweet meu que uma amiga minha retweetou, entrou em contato comigo via e-mail, dizendo que queria me enviar um livro para "amenizar" as 4 horas que fico lá dialisando. Achei meio estranho, uma pessoa que eu nunca vi na vida querendo me enviar um livro!! Mandei meu endereço, e não é que ele me enviou mesmo? Um livro super bacana, uma história forte e cativante! Durou umas 4 hemodiálises..><

"Papillon", presente do Clóvis Eduardo Cuco, láaa de Santa Catarina 

E hoje aconteceu algo surpreendente. Minha mãe me acordou falando que tinha chegado uma encomenda, e leu o nome do remetente. Quase caí da cama. Era a Lucinha, mulher de um dos maiores gênios da música brasileira e mundial, Arnaldo Baptista. Para falar a verdade, ainda não acredito que isso aconteceu! ahuahau

O Claudio Taira e Hilário Sérgio Ferrari ( que fez um "escarcéu" lá no dia do Sarau o Benedito, e acabou com a sessão de autógrafos do mestre!! ahuahauhauhuah brinks!), dois fãs do Arnaldo que conheci pelo facebook, tinham comentado com ela via FB sobre a minha história e mandaram o meu blog! E elar  resolveu me enviar essas preciosidades!!

 Livro "Rebelde entre os Rebeldes", autografado pelo mestre!

A camiseta e o botton dele! 


Agradeço a todos que estiveram me acompanhando durante todo esse tratamento, quem me deseja melhoras, quem torce por mim e quem me envia presentes tão legais!


E agora alguns vídeos do mestre e dos Mutantes!

 

 

 


quinta-feira, 28 de junho de 2012

Quando é aniversário de alguém ou fazemos uma vaquinha...

...e "aprimoramos" o lanche (pão com margarina e café com leite) que nos servem na diálise!




                                               Mas quando vamos pesar no final da diálise...



...o susto!

Tradução porca: "Eu nem estou arrependido" 

terça-feira, 19 de junho de 2012

Os exames e seus resultados

Bem, lá na clínica eles colhem sangue uma vez ao mês para verificar os níveis de fósforo, cálcio, potássio, hemoglobina, etc. O legal é que não ficam  te furando, caçando uma veia no braço...


...eles simplesmente pegam uma seringa e tiram diretamente do catéter ( no meu caso) e das "mangueirinhas"(acho que tenho que começar a aprender como chamam esses trecos..><).

O tenso é mesmo a hora do resultado, quando você vai lá na portaria e pede para imprimirem e se depara com um desastre...

Fósforo alto (0,5 acima do ideal máx. para hemodializados), hemoglobina (a tal da "anemia") baixa (1,4 abaixo do mínimo, ou seja, estou com uma leve anemia)...e dá-le bronca da médica!!

E o pior de tudo isso não é a bronca, são as doses dos medicamentos para consertar essa zona toda:

1 - Uma dose de noripurum ( o ferro, também chamado de "pretinha", "coca-cola"...) por semana (essa não dói nada).

2- DUAS doses de Hemáx por semana!






Como eu odeio aquele hemáx!! ¬¬

(Quero mandar um abração pro pessoal lá da clínica que acessa o RdK... o/)


sexta-feira, 15 de junho de 2012

Quando não tenho nada mais pra fazer durante a diálise...

...a não ser ler pela trocentésima vez algum livro.



 

 Aí vocês me perguntam..."Kraw, já que você vai prestar Fuvest, por que não ler os novos livros da lista??"


Porque não! Eu faço de tudo para tornar essas 4hrs agradáveis para mim...e acho que não tenho a capacidade intelectual de achar super-mega-bláster legal ler "Memórias Póstumas de Brás Cubas", com todo respeito ao Machado de Assis...

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Minha primeira sessão de hemodiálise

Desde o primeiro dia que fui diagnosticada com Insuficiência Renal Crônica, eu sabia que teria que fazer hemodiálise. Até então ( como muitos que acompanham o meu blog) não tinha a mínima noção do que se tratava e ficava pesquisando na internet pelo meu celular (que foi roubado lá no hospital mesmo). Passei vários dias com medo de colocar o cateter, mesmo sabendo que teria anestesia local. Nunca tinha passado por nenhuma cirurgia e nem mesmo recebido pontos! 

Quando chegou o dia, uma quinta feira, a Dra. Vivian, residente de nefrologia lá do HC, me levou para uma sala desocupada da enfermaria para passar o catéter. Era quase 5 horas da tarde, e estava de jejum desde o dia anterior (os médicos vasculares tinham prometido passar o permicath naquele dia, e não cumpriram, sacanagem! Fiquei de jejum atoa!). Uma sensação que nunca vou esquecer é sentir um líquido quentinho escorrendo pelo meu ombro. Segunda a doutora, no final do procedimento, eu estava super pálida, e louca do jeito que sou, tentei levantar mesmo assim e senti minha pressão arterial despencar. Depois de uma bronca da doutora e uma viajem de cadeira de rodas até o meu quarto, chegou a tão esperada janta: arroz, polenta e beringela cozida  ( e tudo com apenas 1g de sal!!). Eu quis morrer.

Na manhã seguinte, vieram me acordar umas 5:40 da madrugada para a minha tão esperada primeira sessão de hemodiálise. Estava curiosa se iria sentir alguma coisa diferente quando fosse ligada na máquina.(Eu perguntava para a paciente que estava junto comigo no meu quarto, ela falava que não sentia nada durante as sessões...mas optei em não acreditar tanto nela porque há dias ela vinha tendo alucinações O.o) Senti nada. Ok, para falar que não senti nada, eles trocaram meu curativo, o que doeu um bocado, mas tirando isso... Eu procurava não olhar para o meu sangue nas mangueirinhas, com medo que fosse passar mal. Não passei. Enquanto estava lá, chegou dois Vasculares, de novo me prometendo(para não cumprirem novamente) que iriam passar o permcath. Fiquei de jejum novamente.

A diálise foi só de 2 horas (hoje em dia faço 4hrs, três vezes por semana) e no final, como sempre, louca do jeito que sou, tentei levantar logo depois que me desligaram da máquina, e novamente senti a minha pressão cair, minha visão escurecer...e dá-le bronca da Dra.Vivian e de todo o pessoal que estava na sala!

Fiquei sem comer até às 4 horas da tarde, quando recebi alta e fui para a minha kitnet lá na Liberdade, depois de 15 dias internada.


sexta-feira, 8 de junho de 2012

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Quando saio da diálise e vou até a sala de espera...

...e vejo minha mãe ou meu pai me esperando para irmos de carro pra casa










...mas aí descubro que só vieram me acompanhar de metrô...

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Sexta feira, dia de...

...tomar hemáx no bucho!!

Na agulhada....


...e quando você começa a sentir o líquido arrrdido...



Tem dia que eu tenho a leve sensação que eles furaram o meu peritônio =)