sábado, 17 de março de 2012

E se eu fosse diagnosticada por Dr. House?


Desde o começo da doença, sempre me perguntei como seria se Dr. House tivesse que me diagnosticar. Como muitos sabem, ele é infectologista e nefrologista (tcharãaa!!), o que tornaria o serviço beeem mais fácil.

Se House aceitasse o caso, a primeira coisa que pediria para sua equipe seriam os exames de sangue. Ele, como um bom nefrologista, desconfiaria de distúrbios renais , o que é óbvio, por causa de dois sintomas que eu apresentava: pressão alta e vômitos.


E para ser um bom episódio de House, teria que acontecer tais coisas:

  1.  Uns 3 diagnósticos errados
  2.  Eu teria reações alérgicas aos medicamentos que ele tinha receitado nos diagnósticos errados.
  3.  House mandaria alguns da sua equipe médica invadir a minha casa a procura de uma pista.
  4. House iria até Dra. Cuddy pedir algum exame completamente arriscado, que ela não iria permitir por achar desnecessário, como por exemplo, uma biópsia cerebral.
  5. E claro, muitos....muuuuuuitos momentos “House” de ser,  como aloprar (aloprar, sério Kraw??) com a Cuddy e o Wilson, ou qualquer outro.


E tudo isso teria que ocorrer enquanto não saísse o resultado do hemograma. E mesmo assim, seria um episódio chato, pois bastaria olhar os meus números assustadores de ureia e creatinina e pronto, diagnosticada. Não teria aquele famoso insight houseano, aquele momento em que o maravilhoso Hugh Laurie olha para o nada com seus lindos olhos azuis e descobre, enfim, o que o paciente tem.

Eu certamente odiaria esse episódio, sério.

3 comentários:

  1. Oi "Kraw"

    Gostei muito do seu site e a maneira como vc encara a doença, eu tbm passo por uma situação semelhante como a sua e penso em fazer um blog tbm.

    Força garota, e valeu pelas explicações sobre o cateter, vou precisar usar para tomar quimioterapia.

    Ahh vc é linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, oi!! Muito obrigada pelo "linda" e pelos elogios do meu blog =)

      Então, o cateter que você vai usar pra tomar quimioterapia são mais finos, creio eu. Já vi uns e me parecem serem menores que o permcath ^^

      Crie um blog sim! É uma terapia para mim, e também ajuda a mostrar o outro lado da doença...o portador da doença, com sua personalidade, seus gostos e seus sonhos.

      Se precisar de ajuda com o blog, é só pedir! Me adiciona no facebook : Kraw Bigoto. =)

      Excluir