sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

As formas de insuficiência renal

Há duas formas de insuficiência renal, a Crônica e a Aguda. 

Não deve ser muito fácil diferenciar as duas, mas uma diferença básica é que a versão crônica caracteriza-se por um perda progressiva da função renal, e é irreversível. Sim, caros leitores, um doente renal crônico é doente renal crônico forever and Ever! O transplante é apenas uma forma tratamento, não a cura. É um modo de se livrar das chatas sessões de diálise.

A forma aguda é um a perda rápida da função renal, é uma doença grave e considerada como emergência médica. Se tratada adequadamente, é usualmente reversível. 

Agora adivinham qual eu escolhi???
A Crônica, é claro. Pra que ter uma doença que tem cura? =P
(Gif da Tina Fey em homenagem à minha amiga Nayara Xavier, que sei que adora ela! ><)

Um comentário:

  1. Eu estudei IRC e IRA na minha primeira (metade, né) graduação e estudei novamente agora em Farmácia. E assim como muitos, eu nunca pensei que os rins fossem tão importantes pro corpo. O tratamento infelizmente ainda é terrível, né :/ mas creio que com o tempo talvez inventem algo melhor. Lá no fundo, bem no fundo, eu gostaria de ser médica. Sempre foi a profissão que mais admirei. Quem sabe depois que eu terminar Farmácia :)

    Seu blog tá demais, Kraw! :) Tô torcendo para que dê tudo certo pra voce ;)

    Aline Lucena

    ResponderExcluir